sexta-feira, 26 de abril de 2013

José do Egito:proximos capitulos


José do Egito: a Rede Record divulgou no resumo dos próximos capítulos da novela José do Egito que Sati não desiste e pede para dormirem juntos. No capítulo (*) 011, quarta-feira, 10 de abril – Lia diz a Elisa que a relação de Ruben e Bila não pode acontecer. Lia se descontrola quando a esposa de Judá afirma que os dois provavelmente se amam verdadeiramente. Diná se aproxima da mãe e faz queixas sobre Simeon. Lia tem uma ideia. Ela conversa com Jacó e o convence de que Ruben deve se casar com Naamá. Depois de conversar com Diná, a siquemita começa a gostar da ideia de casar com Ruben. Jacó conversa com o primogênito, que se mostra resistente com a ideia de se casar com Naamá. Jacó revela que sabe de tudo que acontece no acampamento. Ele afirma que o casamento é a chance de manterem a relação entre pai e filho. Pentephres chora copiosamente ao ouvir que a filha não quer mais ser sacerdotisa e finge que passa mal. Azenate acredita que o pai está morrendo e decide mudar de ideia. Enganada pelo pai, ela jura que será uma sacerdotisa. Mitri ampara José, que chega muito ferido à casa de Potifar. Sati assume para Tany que sente desejos por outros homens. Ela mente que, apesar disso, tem se mantido fiel. Potifar e o Faraó atrapalham a conversa quando se aproximam. Irritada, Sati diz a Potifar que não haverá noites de amor enquanto seu jardim não estiver pronto. Depois de ser tratado por Mitri, José fica encantado ao ver os papiros do escriba. Ele revela que sabe ler, escrever e contar. Mitri se impressiona e mostra seus textos. Mesmo com um pouco de dificuldade, José consegue ler. Impressionado, Mitri decide dar aulas a José, em segredo. Potifar discute com Hapu, que permitiu a fuga de José. Nesse momento, o hebreu surge. Hapu revela que chicoteava José porque ele se recusou a adorar o Faraó. Graças à demonstração de lealdade de José, que voltou para a casa de seu senhor, Potifar permite que o hebreu adore o deus que desejar. Azenate pede a Tany que empreste sua gata para que possa sair à noite. Jacó reúne toda a família para comunicar que Ruben se casará com Naamá em breve. Bila disfarça o sofrimento. O primogênito fica descontente. Durante a noite, José consegue a ajuda de Mitri para sair da casa de Potifar. A gata Meribast escapa das mãos de Azenate. Ela se desespera, temendo um perigo iminente. Limpo e vestido como egípcio, José se aproxima de Azenate, que fica encantada. Apaixonados, José e Azenate conversam. Ele devolve o brinco que ela havia deixado cair no mercado. Azenate tenta lutar contra seus sentimentos quando José se aproxima. Quando está prestes a beijar José, a jovem se afasta e afirma que não pode mais encontrá-lo.

José do Egito Record : resumo dos próximos capítulos

No capítulo (*) 012, quarta-feira, 17 de abril – Azenate diz a José que se tornará uma sacerdotisa em breve. Começa um embate entre os dois, que discutem sobre suas crenças. Após a discussão, com lágrimas nos olhos, Azenate vai embora. José fica arrasado. Jacó ainda sofre muito com a suposta morte de José. Ele diz a Judá que ficaria extremamente feliz se seu filho ainda estivesse vivo. O hebreu hesita, quase conta a verdade, mas decide recuar e desiste. Em sua tenda, Judá não consegue conter as lágrimas e chora demais. Preocupada, Elisa se aproxima do marido. Desesperado, Judá não aguenta mais tanto sofrimento e decide revelar que José ainda vive. Ele conta que o irmão foi vendido como escravo e que sugeriu a venda de José para salvá-lo. Elisa fica baqueada ao saber que os outros queriam matar o próprio irmão. Martirizado, Judá chora verdadeiramente e sugere que deixem o acampamento. Elisa promete não contar o segredo a ninguém. Simeon provoca Ruben e leva um soco no rosto. Levi interfere na briga. José e Hapu falam sobre o jardim da casa de Potifar. O hebreu tenta dar conselhos, já que nada germina no local. Hapu o ofende quando Sati chega. Depois que José se apresenta, a esposa de Potifar decide dar ao hebreu a chance de cuidar de seu jardim. Hapu se irrita quando Potifar o obriga a atender os pedidos de José, que deseja fertilizar a terra do jardim. Potifar fica impressionado com a inteligência do hebreu, que negocia no mercado. Enquanto caça com o Faraó, Potifar sente uma dor intensa no pé.
No capítulo (*) 013, quarta-feira, 24 de abril – Após uma passagem de tempo, o jardim de Sati fica belíssimo. Hapu é obrigado a conter seu ódio, afinal, o mérito é de José. Potifar sente a dor no pé, dessa vez com maior intensidade. Sati pede que Pentephres seja chamado. Chega o dia do casamento de Naamá. Alguns percebem que Ruben desapareceu. Pentephres vai à casa de Potifar acompanhando da filha. Bila sofre ao ver Naamá pronta para se casar. Ela chora, afastada da tenda, quando Ruben se aproxima. Ele sugere que os dois fujam juntos e a concubina aceita. Eles se separam para pegar seus pertences. Lia ouve tudo. Sati leva Azenate para conhecer seu jardim. José se assusta ao ver sua amada se aproximando e se esconde para não ser visto. Sati se afasta para ver o marido e deixa Azenate no jardim. José se aproxima e presenteia a jovem egípcia com uma flor. Os dois se emocionam com o reencontro. Ruben arruma suas coisas quando Lia chega e impede a fuga. Jacó chega na tenda, mesmo sem saber de nada, e avisa que Naamá está esperando. Ruben fica sem saída. Bila aguarda seu amado, sem saber que ele não aparecerá. Pentephres flagra Azenate e José se beijando, escondidos na vegetação do jardim. Pentephres acredita que José atacou sua filha e o amaldiçoa. Azenate afirma que estava beijando o rapaz porque o ama. Pentephres acerta um tapa no rosto de sua filha. Sati e Hapu se aproximam. O sacerdote afirma que Azenate foi seduzida por José. Ele pega a filha pelo braço e a leva dali. Ruben chega ao local do casamento, muito incomodado. Bila chora demais. Após a cerimônia, acontece a festa do casamento. Judá diz ao pai que deseja se mudar com sua esposa e filhos. Jacó percebe que Ruben está cada vez mais tenso. Depois de abençoar a decisão de Judá, Jacó diz a Ruben que sabe a verdade sobre Bila. Pentephres afirma que pedirá a execução de José, caso Azenate desista de se tornar sacerdotisa.
No capítulo (*) 014, quarta-feira, 01 de maio – Jacó encontra Bila e a chama de volta para o acampamento. Bila não tem dúvidas de que Jacó sabe de tudo, mas ainda assim, ele é respeitoso e estende sua mão, disposto a recebê-la novamente. Potifar diz a José que será melhor se afastar de Azenate, pelo bem da própria moça. Potifar fica impressionado ao descobrir que José está aprendendo a escrita egípcia e pede que Mitri o ajude a aperfeiçoar sua técnica. Jacó chega ao acampamento com Bila. Ela olha com desprezo para Ruben. Bêbado, Simeon confessa que é apaixonado por Naamá. Levi começa a gritar para todos ouvirem e os dois acabam brigando. Muito sem jeito, Ruben e Naamá vão para a tenda e começam a se despir. O hebreu vê o rosto de Bila quando fica muito próximo de sua esposa e decide se afastar . No dia seguinte ao casamento, Ruben tenta se explicar com Bila. Revoltada, ela é dura e pede que o hebreu a esqueça. Enquanto organiza os papiros de Potifar, José compara dois documentos e descobre algo errado. Elisa e Judá se despedem de todos no acampamento. Ela se nega a abraçar Simeon, que fica desconfiado. José diz a Potifar que as mercadorias da casa estão sendo mal trocadas. Pentephres diz a Potifar que deseja a morte de José. O comandante se nega a atender e convence o sacerdote de que José não causará mais problemas. Pentephres se conforma, mas revela que seria capaz de matar a própria filha, caso José tente atrapalhar sua trajetória como sacerdotisa. Em um tom ameaçador, Simeon diz a Judá que seria capaz de matar Elisa, caso a história de José seja revelada a ela. Depois de ser humilhado por Judá, Simeon fica mexido. Azenate pede a ajuda de Potifar para fazer algo antes de sua partida. Potifar permite que José encontre Azenate, desde que a deixe partir. Er, filho de Judá, rouba um mendigo cego assim que chega na cidade. José fica arrasado depois de dispensar Azenate. Após a dura conversa, ela vai embora chorando. Potifar decide que José será responsável pela administração e finanças da casa. As condições de vida de José prosperam. Os anos passam, o hebreu se torna adulto e cada vez mais respeitado na casa de Potifar. Vestido como egípcio e bem cuidado, José vai ao mercado para negociar. Azenate retorna para a capital do Egito. Ela e José se reencontram no mercado.
No capítulo (*) 015, quarta-feira, 08 de maio – José e Azenate se emocionam com o reencontro. O hebreu faz menção de tocar sua amada, mas ela muda seu semblante. Azenate é dura e afirma que no dia seguinte será consagrada sacerdotisa. Pentephres, que caminha pelo mercado, vê a filha e a chama. Antes que o pai se aproxime, Azenate pede que José a esqueça e se afasta rapidamente. Azenate e Pentephres se abraçam muito emocionados. Ele conduz a filha até o palácio. José vê Jetur negociando escravos no mercado. Ele se aproxima do negociante, que não o reconhece. Depois que José revela sua identidade, Jetur fica pasmo. Simeon entra em conflito com Ruben. Ele afirma que logo Benjamin se tornará o favorito de Jacó. O primogênito afirma que não se importa. Simeon diz na frente de Levi que Ruben se deitou com a mulher do pai. Depois de acertar um soco no rosto de Simeon, Ruben exige que esse assunto morra e afirma que não permitirá que o erro cometido com José se repita com Benjamin. José se diverte com o medo de Jetur. Um pouco amargurado, José pergunta se o negociante tem notícias de sua família. Após a resposta negativa, José vai embora decepcionado. Mara é dura com Benjamin porque não acha justo ter perdido tanto por causa da tragédia de Diná. Em uma conversa com Tany, Azenate deixa transparecer sua indecisão. José diz a Mitri que seus sentimentos afloraram novamente quando encontrou Azenate no mercado. Hapu, que ouve tudo escondido, sorri de forma maligna. Sedutora, Sati devora José com o olhar. Potifar percebe, enquanto o hebreu fica constrangido. Judá perde a cabeça com Er, que se torna um criminoso. Quando está prestes a agredir o filho, Elisa se intromete. Er ri de toda a situação com desdém. Judá decide se afastar. Elisa diz ao filho que no fundo Judá tem razão. Er dá um tapa no rosto da mãe, que vai ao chão. Diná é apresentada a Gibar. Ela diz ao pai que continuará rejeitando qualquer pretendente que apareça. Lia entra na tenda e leva um chá para o marido. Jacó estranha, afinal, a esposa já tinha feito a mesma coisa há pouco. Mercadores começam a cobrar Judá por conta dos roubos de Er. Onã se irrita. Potifar fica impressionado com a prosperidade de sua casa, causada por José. O comandante afirma que José merece todos os privilégios, porém, jamais poderá ter Sati. José fica constrangido. Hapu conta para Pentephres que José encontrou Azenate. O servo garante algumas peças de ouro em troca de uma aliança. Jacó descobre que as dívidas de Judá aumentam cada vez mais, graças a Er. Lia demonstra uma confusão mental cada vez maior. Sati falha ao tentar seduzir José. Pentephres surpreende Azenate ao revelar que sabe sobre seu encontro com José. Azenate inventa uma desculpa para justificar seu encontro e Pentephres demonstra um falso alívio. Ruben tenta se aproximar novamente de Bila, pede perdão e fala sobre seus sentimentos. Ele é expulso da tenda sem perceber que Mara ouvia tudo. Simeon e Levi levam algumas ovelhas para Judá. Eles ficam chocados ao saber que Er agride a própria mãe. Os hebreus conversam sem saber que Er rouba e mata um mercador. Ele sente prazer na violência. Ao se lembrar de José e Raquel, Jacó chora diante de Benjamin. Sati entra no quarto de José, que estava concentrado em escrever seus papiros. Coberta por tecidos transparentes, ela tenta seduzir o hebreu a qualquer custo. Arredio, José evita ao máximo que ela o toque. Sati não desiste e pede para dormirem juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário